Henry Cejudo aceita desafio de José Aldo

José Aldo está longe de enfrentar o seu melhor momento dentro do UFC na categoria dos pesos pena, divisão que ele dominou entre os anos de 2011 e 2015. O brasileiro vem de derrota para Alexander Volkanovski no UFC Rio em maio e tem contra ele o fato de ter perdido duas vezes para Max Holloway, o atual campeão da divisão. Por isso, faz planos ousados de mudar de categoria e descer para o peso galo onde já aponta a sua mira para o campeão Henry Cejudo, que prontamente aceitou o desafio.

Desde que perdeu o seu cinturão para Conor McGregor não é demais afirmar que o melhor resultado esportivo de José Aldo foi o vice-campeonato de um torneio de futevôlei disputado em 2017. Afinal, mesmo tento conquistado o cinturão interino do peso pena neste meio tempo e alçado ao posto campeão linear após McGregor perder o título, o brasileiro nunca conseguiu defender a conquista com sucesso e acabou virando presa fácil duas vezes para Max Holloway.

Neste meio tempo mesmo tendo apenas 32 anos o ex-campeão deu mais entrevistas falando de aposentadoria do que de planos para a sua carreira, e por isso o desafio lançado para Henry Cejudo na categoria de base é um alento para os fãs, que temiam que a carreira do ídolo estivesse em seus capítulos finais:

– “Sentei com todo mundo, fiz um estudo, acho que tenho possibilidade real de bater o peso de 61kg. É nessa nova categoria que vou tentar migrar, estou pedindo logo a disputa pelo título. É o que importa para mim agora. O Cejudo falou que está aberto a qualquer um, então estou aberto a isso, quero a oportunidade de lutar contra ele e vencê-lo. Aí posso até pensar em subir de novo, voltar ao 66kg ou 70kg. Já que ele está aberto, estou aceitando esse desafio e espero, no futuro mais próximo, fazer essa disputa”.

Sem perder tempo o campeão do peso galo Henry Cejudo aceitou o desafio e ainda aproveitou para deixar claro que pretende fazer esta luta no Rio de Janeiro, a casa de José Aldo:

– “Primeiramente, Brasil, amo vocês, gosto muito de vocês. Mas acho que gosto mais do meu ouro e dos meus cinturões mais que tudo. Sempre admirei o José Aldo, acho ele uma lenda, um dos melhores da história do UFC. Gostaria, inclusive, de desafiar ele para lutar no Rio de Janeiro. Vou para matar, para ganhar. José Aldo, você é o próximo! Tenho um recado para você: você pode ser o ‘Rei do Rio’, mas eu sou o ‘Rei de Tudo’. Ajoelhe-se. ‘Uh, vai morrer’”.

Embora não leve o desafio a sério por enquanto, por considerar que José Aldo não conseguiria bater o peso necessário de 61kg, Dana White promete pensar na ideia caso o brasileiro realmente esteja decidido a ir para uma nova categoria de peso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *