UFC confirma evento para Março em Brasília

O Ultimate já tem agendado para 2020 a data do dia 9 de maio para o Ginásio do Ibirapuera, o que levou muita gente a pensar que o primeiro grande evento do UFC em 2020 seria em São Paulo. Porém, o maior evento de MMA do mundo surpreendeu a todos e apesar de manter agendado este card na capital paulista confirmou que o primeiro evento de 2020 no país será realizado em Brasília dois meses antes.

Esta pode ser a confirmação de que o ano de 2020 será igual aos anos anteriores, quando o Ultimate desembarcou por três vezes em terras tupiniquins realizando um evento numerado em pay per view no Rio de Janeiro, um evento da série Fight Night em São Paulo e a terceira visita sempre variou suas cidades, desembarcando em Fortaleza, Belém ou Goiânia, por exemplo.

A data do primeiro evento do UFC no Brasil em 2020 foi confirmada pela organização durante o final de semana do UFC Fight Night de São Paulo, confirmando que a capital federal irá receber um evento da série Fight Night em 14 de março ainda sem sede ou card definidos. Porém, se seguirmos os exemplos dos últimos anos a casa do Ultimate em Brasília deverá ser o Ginásio Nilson Nelson.

O UFC já realizou dois eventos em Brasília, justamente no Ginásio Nilson Nelson, um em 2014 e um em 2016. No primeiro deles tivemos na luta principal da noite um reencontro entre Antônio Pezão e Andrei Arlovski, com o bielorrusso vencendo por nocaute no primeiro round.

Já na segunda visita do UFC à Brasília foi Chris Cyborg o principal nome da noite, e a brasileira fez bonito enfrentando a sueca Lina Lansberg com um nocaute técnico no segundo round.

O Brasil é atualmente o segundo mercado mais importante para o Ultimate, perdendo apenas para os Estados Unidos em número de fãs e faturamento com vendas. Este é um número animador para a companhia, visto que o evento no momento não traz brasileiros em grande fase, com exceção de Amanda Nunes que é campeã em duas categorias de peso diferentes.

O Brasil já recebeu no total 36 eventos do UFC, com o Rio de Janeiro tendo sediado 10 cards e São Paulo vindo logo na sequência com 8.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *