UFC 249 é oficialmente cancelado por conta da pandemia

O UFC prometia nas próximas semanas ser um verdadeiro oásis para os fãs de todos os esportes que estão com saudades de grandes emoções com a paralização por conta da pandemia do novo Coronavírus. Porém, a companhia do presidente Dana White jogou um verdadeiro balde de água fria nos torcedores cancelando não somente o UFC 249 que aconteceria no próximo sábado, dia 18 de abril, mas também suspender por tempo indeterminado a realização de todos os próximos eventos da companhia.

Mesmo com Khabib Nurmagomedov, o principal astro do UFC 249, impossibilitado de deixar a Rússia para defender o seu cinturão no combate principal da noite o Ultimate agiu rápido e anunciou o norte-americano Justin Gaethje como o adversário de Tony Ferguson, colocando um cinturão interino do peso-leve em jogo para manter o interesse no evento.

Sem poder realizar o UFC 249 também no Barklays Center no Brooklyn o Ultimate também havia encontrado uma solução pouco usual: usar o Tachi Palace Casino Resorts em uma reserva indígena na Califórnia como palco para o evento. Vale lembrar que nos Estados Unidos as reservas indígenas são consideradas como territórios soberanos e não respondem as mesmas leis dos estados.

Porém, por pressão de seus parceiros de transmissão o presidente Dana White veio a público e na própria ESPN norte-americana confirmou o cancelamento do evento:

– “Hoje, recebemos uma ligação do nível mais alto possível da Disney e do nível mais alto da Espn. Os poderes de lá me pediram para recuar e não fazer este evento no sábado que vem”.

O mandatário também aproveitou o seu pronunciamento para deixar tranquilos todos os lutadores que estão sob contrato com o UFC, deixando claro que ninguém será demitido durante essa pandemia:

– “Todos os meus lutadores que estão sob contrato comigo, quero que se sintam seguros, passem tempo com suas famílias e aproveitem este tempo. Não se preocupem com a parte financeira disso. Vão receber as lutas do seu contrato e vou ajeitar tudo com as pessoas que estavam dispostas a lutar em 18 de abril. Ninguém vai ser demitido no UFC. Seremos o primeiro esporte a voltar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *