Ronda Rousey não tem planos de voltar ao MMA

A norte-americana Ronda Rousey, atualmente com 32 anos, passa longe de poder ser considerada uma das maiores lutadoras de MMA de todos os tempos. Mas se há algo que não pode ser negado é a importância da lutadora na popularização da modalidade, em tempos onde as mulheres ainda sofriam muito preconceito antes de entrar no esporte.

E durante muito tempo a norte-americana foi mais do que importante para o UFC, sendo por dois anos o principal nome da companhia, vencendo grandes adversárias e vendendo muitos pacotes de pay per view em um período de entressafra onde os principais astros como Anderson Silva e Georges St-Pierre estavam fora de ação e Jon Jones vivia mais tempo nas páginas de fofocas do que dentro do octógono.

Tudo mudou quando Ronda Rousey perdeu o seu primeiro combate, para Holly Holm em novembro de 2015 no UFC 193 em Melbourne na Austrália. Foi o suficiente para a atleta que meses antes havia sido eleita pela imprensa norte-americana como a “maior atleta feminina de todos os tempos” e “atleta mais dominante da história” ser questionada e considerada insuficiente.

O baque parece ter sido grande, já que Ronda entrou em ação apenas mais uma vez, também com derrota para Amanda Nunes no UFC 207 em dezembro de 2016. Desde então Ronda Rousey não entrou mais em ação no MMA profissional, e de acordo com declarações dadas em seu canal no YouTube essa semana, esta não é mais uma coisa que deve acontecer em sua vida:

– “Não há um dia em que não vem alguma pessoa me dizer para eu lutar. Estou num momento onde não quero me sacrificar, e nem minha família, para provar alguma coisa para um monte de pessoas que não dão a mínima sobre mim. Eu sei, e as pessoas que me amam sabem. Isto não é mais uma prioridade na minha vida”.

Após lutar no WWE e estrelar filmes em Hollywood, também em seu canal no YouTube Rousey disse que os seus próximos planos envolvem aumentar a sua família com o seu marido, o também lutador do UFC Travis Browne:

– “Decidi ficar por aqui e planejamos, depois da WrestleMania, eu e meu marido incrível sairíamos e começaríamos a tentar começar nossa família. Quanto aos planos da WWE no futuro, queremos ter um bebê primeiro. Não sei como é ter um bebê. Eu podia olhar para essa criança linda e pensar: ‘F*-se tudo, não me importo com mais nada além desse bebê’ e você nunca mais me verá”.

Ainda que não tenha planos de voltar para o MMA, Ronda Rousey faz parte do Hall da Fama do UFC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *