Dana White acredita na inocência de Jon Jones em acusação de assédio

A lista de polêmicas de Jon Jones fora do octógono não parece ter fim. O lutador já se envolveu em um acidente de trânsito e negou socorro a uma mulher grávida, foi preso por suspeita de embriaguez ao volante, foi multado pela comissão atlética por conta de uma briga generalizada contra Daniel Cormier e pego no exame antidoping por uso de cocaína, além de suspenso por doping após o uso do anabolizante Turinabol.

 O lutador, considerado por muitos como o maior lutador de MMA da era moderna do esporte, parecia mais tranquilo ultimamente, porém novamente volta aos holofotes por causa de polêmicas fora do octógono, sendo desta vez acusado por uma garçonete de uma casa noturna de Albuquerque no Novo México de assédio sexual.

A notícia foi dada por um canal de televisão local de Albuquerque e segundo as notícias a mulher contou para a polícia que Jon Jones lhe deu um tapa de maneira inapropriada, a colocou em seu colo e beijou seu pescoço, além de ter lhe aplicado um estrangulamento e deixado no chão, onde continuou a tocando.

Jones teria evitado se apresentar à polícia em um primeiro momento, mas acabou mudando de ideia após tomar conhecimento do caso pela mídia e de ter um mandado de prisão expedido em seu nome. Na delegacia Jon Jones pagou uma fiança de US$ 300 e foi liberado da prisão.

Jon Jones foi questionado por fãs em redes sociais sobre o caso mas se limitou a responder: “não acreditem em tudo que leem na internet”.

Recentemente o presidente do UFC Dana White resolveu comentar o assunto, e deixou claro que após analisar vídeos do caso acredita na inocência de Jon Jones:

– “Eu ainda não conversei com Jon, mas eu não quero entrar em muitos detalhes. No entanto, posso dizer o seguinte: eu vi alguns vídeos, e Jon Jones lutará novamente. É difícil dar a ele o benefício da dúvida até você ver as imagens, mas eu acredito que ele ficará bem”.

Ainda sem luta marcada após vencer o brasileiro Thiago Marreta por decisão dividida, Jon Jones é atualmente o campeão peso meio-pesado do UFC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *