Confirmada a última luta de BJ Penn no UFC

Membro do Hall da Fama do UFC, BJ Penn é um dos poucos atletas que detém esta honraria e ainda está na ativa lutando pelo evento. Porém, contra tudo o que fez até aqui o havaiano vem em péssima fase e acumula nada menos do que 7 derrotas consecutivas e não sabe o que é vencer há quase uma década.

BJ Penn conseguiu uma grande vitória contra Matt Hughes em 2010 nos meio-médios, na mesma noite em que Lyoto Machida foi derrotado por Quinton “Rampage” Jackson em um dos resultados mais polêmicos da história do MMA.

O que ninguém poderia prever é que esta seria, pelo menos até aqui, a última vitória da carreira deste mais do que vitorioso lutador. Na sequência teve um empate com Jon Fitch e depois acumulou 7 derrotas em sequência contra Nick Diaz, Rory MacDonald, Frankie Edgar, Yair Rodríguez, Dennis Siver, Ryal Hall e Clay Guida.

Durante este período o lutador chegou a se aposentar mais de uma vez mais sempre acabou tentando voltar ao octógono para vencer sem sucesso. A última derrota, contra Clay Guida no UFC 237 chegou a ser chamada por Dana White da última luta de BJ Penn no UFC, porém o presidente da organização já voltou atrás em sua decisão e disse que foi convencido pelo havaiano para que ele tivesse mais uma oportunidade:

– Ele me infernizou por uma semana e não parou de me mandar mensagens por três dias seguidos, e me convenceu. Nós temos um acordo agora: mesmo se vencer, perder ou empatar, essa é a última luta do BJ Penn no UFC. Não há nada que eu possa fazer. Eu expliquei minhas preocupações, o conheço desde os 19 anos. Tenho uma relação louca com ele e sua família. Ele me deu um milhão de razões pela qual ele precisa desta luta. Vamos fazer a luta, e ele me prometeu que vencendo, perdendo ou empatando, ele vai parar. Veremos se ele cumpre essa promessa. Mas, aqui ele não vai mais lutar. Isso eu garanto.

A despedida de BJ Penn deve acontecer em data ainda a ser confirmada, porém o adversário já foi definido: o também veterano Nik Lentz de 34 anos que vem de derrota para o brasileiro Charles do Bronx.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *