Brock Lesnar vence Cain Velásquez pelo WWE

Um dos melhores pesos pesados da história do MMA, Cain Velásquez acabou sendo derrotado pelo maior adversário que enfrentou em toda a sua carreira: suas lesões. E foi assim que o norte-americano surpreendeu a todos no último dia 11 de outubro anunciando que estava deixando o UFC e fechando contrato com o WWE, o World Wrestling Entertainment, maior evento de luta livre norte-americana.

Nascido em Salinas na Califórnia, Cain Velásquez tem atualmente 37 anos e encerrou a sua carreira com um cartel com 14 vitórias e 3 derrotas em 17 combates, quase todos eles válidos pelo UFC. Velásquez fez a sua estreia no MMA pelo Strikeforce em 2006 e no mesmo ano lutou na Rússia pelo Bodog Fight. Estreou no UFC em 2008 contra Brad Morris e em 2010 conquistou o cinturão do peso pesado contra o gigante Brock Lesnar.

Nove anos se passaram o ironicamente o gigante Lesnar foi o responsável por dar as “boas-vindas” ao WWE à Cain, e desta vez Lesnar conseguiu a revanche em evento realizado nesta quinta-feira, 31 de outubro, na Arábia Saudita.

O norte-americano com descendência mexicana chegou ao WWE e não teve vida fácil contra Lesnar, que venceu com uma Kimura pouco após a luta completar 2 minutos de seu início. E, como no evento de lutas coreografadas tudo é pensado para entreter o público da melhor maneira possível, o combate ainda contou com uma série de cadeiradas de Lesnar em Velásquez antes do final do combate.

A última vez que Cain Velásquez entrou em ação pelo UFC foi em fevereiro deste ano, quando acabou sendo nocauteado pelo camaronês Francis Ngannou.

Já Brock Lesnar chegou ao UFC já como grande astro do WWE e calou o mundo que dizia que ele não sabia lutar de verdade já em seu terceiro combate, quando venceu a lenda Randy Couture no UFC 91 e conquistou o cinturão. Ainda defendeu seu título com sucesso contra Frank Mir e Shane Carwin antes de perder o título para Velásquez.

A última vez que Lesnar entrou em ação pelo UFC foi no lendário UFC 200, quando venceu Mark Hunt mas acabou tendo o resultado da luta alterado para um No Contest após testar positivo no exame antidoping.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *