Patrício Pitbull tenta o seu segundo cinturão no Bellator

As super lutas entre campeões no UFC estão cada vez mais comuns, e nomes como Daniel Cormier, Conor McGregor e Amanda Nunes podem se orgulhar de ter o feito em suas carreiras e serem campeões em duas divisões de peso simultaneamente. É o que quer fazer o também brasileiro Patrício Pitbull, que reina absoluto no peso pena do Bellator e em maio irá tentar a sorte na divisão de cima contra Michael Chandler, tentando se tornar o segundo homem a conseguir isso no evento.

O primeiro homem a conseguir dois cinturões de campeão do Bellator e único até aqui em toda a história do evento foi Ryan Bader, que em 2017 venceu Phil Davis e conquistou o título de campeão peso meio-pesado do Bellator e em janeiro deste ano foi além, vencendo a lenda do MMA Fedor Emelianenko e conquistando também o título peso pesado do Bellator.

Agora, Patrício Pitbull quer fazer o mesmo tentando derrotar Michael Chandler no Bellator 221 que será realizado no dia 11 de maio em Rosemont no estado norte-americano do Illinois, tentando mais do que vencer conseguir uma revanche pessoal para sua família contra o rival.

Michael Chandler tem 32 anos e construiu sua carreira quase inteira lutando pelo Bellator após uma passagem rápida com duas vitórias pelo Strikeforce. Nascido no Missouri o lutador está em seu terceiro reinado como campeão peso leve do evento, após ter vencido Brent Primus em dezembro do ano passado.

Em sua carreira, Chandler detém o recorde de lutas valendo cinturão no Bellator e inclusive já venceu por duas vezes Patricky Pitbull, irmão mais velho de Patrício.

Já Patrício Pitbull reina pela segunda vez como campeão peso pena do Bellator após perder e recuperar o título contra Daniel Straus, já tendo defendido desta vez o seu título por duas vezes consecutivas com sucesso.

Patrício Pitbull já é uma lenda dentro do Bellator, sendo o lutador com mais vitórias na história do evento com 16 no total. O potiguar de 31 anos tem em seu cartel 27 lutas com 24 vitóriase vem de 3 vitórias consecutivas, tendo sido derrotado pela última vez em 2016 por Ben Henderson.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *